Treinar com um PT depois dos 30: porquê?

Decidi que tinha de me mexer mais – não que seja sedentária, mas trabalho muitas horas sentada em frente ao computador – e investir mais em mim!
Começar a trabalhar com o Pedro foi um investimento que fiz – e é um investimento que estou a fazer – na minha saúde!

Porque é que ficamos tão contentes com coisas “perfeitamente normais”?

Porque é que ficamos – se não ficam, talvez devessem pensar porque é que não ficam – tão felizes com as pequenas – e muitas vezes absolutamente “normais” conquistas dos nossos filhos quando eles são tão pequeninos? Porque não temos sequer ideia do quão difícil é passar por algumas das coisas que eles passam e…

A preparar a próxima estação! Quem se junta?

Aqui em casa já estamos a preparar a próxima estação!
Falo de roupas e sapatos, claro!
Ver o que serve, o que já não serve e toca a colocar tudo em caixas para levar para a arrecadação… que há-de servir tudo ao próximo… ou à próxima! 🙂

5 dicas para um regresso tranquilo à escolinha

Decidimos deixar aqui 5 dicas importantíssimas que poderão ajudar a que a (re)adaptação seja menos dolorosa (para todos), depois de (pelo menos) 3 semanas com os pequenotes de manhã à noite – que delícia!

Longa vida aos pais imperfeitos

Vivemos num tempo desgastante, avassalador e extremamente exigente; Um tempo em que a palavra perfeição parece andar de mãos dadas com metade do mundo, e a circular na boca da outra metade. Foi a pensar nisto que resolvi escrever este texto, uma espécie de manifesto em honra dos pais imperfeitos a quem só posso desejar…

“Quem manda é a Nonô!”

Quando eles acham que (já) mandam, mesmo tendo apenas 2 anos. Não é preciso exagerar na reacção. É preciso é manter o foco e aproveitar o momento para brincar com eles.

“Papá, ti’ou a falda!”

22:00.
Quarto escuro como breu.
Mãe a passar a ferro.
Pai a arrumar a cozinha… depois de ter ido deitar a menina…

5 conselhos práticos para uma ida ao Zoo com bebés

Pois é. Custou mas foi. Tinhamos comprado os bilhetes para os três em Maio, por altura do 2.º aniversário da Leonor. Mas como a vida nem sempre anda à velocidade que queremos, acabámos por ir apenas no início de Julho. Mais um bocadinho e os bilhetes perdiam a validade, e eu perdia 43€. E de…