Sim, eu tive o vírus mãos-pés-boca!

É uma doença de crianças, só pode estar a brincar, pensam vocês.Não estou! Este bicharoco veio com a Nonô da escola – a educadora já tinha avisado que havia um caso na sala, mas nunca pensei que ele quisesse vir connosco no bolso. Esta não é a boca da Leonor, mas ficou bastante parecida. O…

O nosso fim-de-semana prolongado em Roma

A primeira viagem de avião a 3 para a Madeira, quando a Leonor tinha apenas 11 meses, deixou-nos com muita vontade de repetir a experiência. Eu e o Martim oferecemos a nós mesmos esta segunda viagem como presente de aniversário e, claro está, a pequenina não podia faltar à festa. Fomos numa 5ª feira de…

Quando a paciência (quase) se esgota. O que fazemos?

Culpado. Assumo-o sem quaisquer rodeios ou eufemismos para mascarar a minha incapacidade. Há dias assim. Em que a paciência se vai. Esvanece-se. Some-se. Para onde é que não consigo bem perceber. Mas vai-se e esvai-se. Perde-se algures pelo meio do caminho vertiginoso que compõe o crescimento saudável de uma criança. E depois fica a culpa. Mas…

Estamos a acabar com uma tradição secular: as refeições em família

Este fim-de-semana li um texto do Daniel Oliveira, no Expresso, que falava de uma problemática que me é cada vez mais cara e que tive e tenho tido a oportunidade de observar nos mais diversos restaurantes por onde tenho passado, não este Verão, mas desde que a minha filha nasceu. Vai daí que decidi escrever…

Ela já anda, senhores!

Bom… antes de mais importa fazer um pedido de desculpas pela ausência prolongada, mas nem sempre é fácil manter tudo isto! É que pelo caminho há uma criança de 15 meses a crescer a passo tremendamente acelerado e que, muitas vezes, não deixa grande margem de manobra. A missão é difícil desde o início, nós…

Quando eles vêm mordidos para casa. O que há a fazer?

(Este texto foi escrito a quatro mãos) Pois é. Está a acontecer. Aliás. Para que tenham uma ideia, em mais ou menos 2 meses aconteceu quatro vezes, ou seja, em mais ou menos dois meses a Leonor trouxe 4 dentadas bem marcadinhas para casa. Sim. É terrível. É doloroso. Parece que nos morderam a nós….

Se os Homens não choram, o que é que isso faz de mim?

Um Homem não chora por dá cá aquela palha. Aliás um Homem não chora por porra de razão nenhuma. Não tem sequer direito a ter esse direito. O direito a ser sensível ao que o rodeia, a ser parte da vida que o envolve. Mas onde é que estamos afinal? Onde irá parar este mundo se…

O Dia da Mamã

O texto não será longo ou lamechas, por isso podem continuar a ler, vá! 🙂O meu Primeiro Dia da Mãe foi dia 1 de Maio de 2016. Sim, a minha bebé ainda estava dentro da minha barriga, faltavam 20 dias para a ter nos meus braços, mas caramba, já vivi aquele Dia como o MEU…

Imparável, indomável, incansável… ou a curta história de uma bebé que está a crescer assustadoramente depressa

É tudo isto e, simultaneamente, tanto mais. Vê-la crescer é um privilégio indescritível e pouco explicável numa linguagem que não contenha uma boa dose de suspiros, guinchinhos, sorrisos, gargalhadas tremendamente sonoras e em alguns casos descabidas, e um pouco de irrealidade tão própria de um pai completa e totalmente babado e a delirar com esta aventura…

Tenho a Melhor Filha do Mundo

Há canecas e t-shirts. Há porta-chaves e molduras para o Melhor Pai, a Melhor Mãe e os Melhores Avós e os Melhores Padrinhos e os Melhores Amigos… e se não há para Melhor Filha devia haver, porque a minha merece!! 🙂 Quando menos esperamos os nossos bebés surpreendem-nos e brindam-nos com o seu melhor sorriso,…

Ela está a querer andar e é um regalo para os olhos

Se é. A uma semana de fazer 11 meses a pequenina já mostra – e de que maneira – interesse constante por estar de pé, agarrada à sua motinha. Compreendo que isto não tenha grande motivo de interesse, é certo. Mas Domingo foi um daqueles dias em que ela resolveu introduzir uma variante na brincadeira….