Sim, eu tive o vírus mãos-pés-boca!

É uma doença de crianças, só pode estar a brincar, pensam vocês.Não estou! Este bicharoco veio com a Nonô da escola – a educadora já tinha avisado que havia um caso na sala, mas nunca pensei que ele quisesse vir connosco no bolso. Esta não é a boca da Leonor, mas ficou bastante parecida. O…

Análise assumidamente emotiva do primeiro mês de creche

Pois é. Vou cair na patetice de recorrer a um cliché mais velho que o cair de costas mas… tem mesmo de ser: “Ai como o tempo passa a voar!”. Pronto. É essencialmente aqui que se centra o problema, e é precisamente por isso que se justifica inteiramente esta análise assumidamente emotiva do primeiro mês…